VIERAM DOS SALTOS AS PRIMEIRAS MEDALHAS BRASILEIRA NO SUL-AMERICANO JUVENIL

VIERAM DOS SALTOS AS PRIMEIRAS MEDALHAS BRASILEIRA NO SUL-AMERICANO JUVENIL 1

Cali / COL – O XXVI Campeonato Sul-Americano de Saltos Ornamentais também teve início nesta terça-feira, dia 18/04, na cidade de Cali, na Colômbia. Com representantes em todas as quatro provas da etapa, o Brasil termina o dia com duas medalhas e novos nomes no cenário. Isto porque, as conquistas vieram de um dos atletas mais experiente, Isaac Souza, junto com sua dupla Kawan Pereira, e Paula Rayssa, atleta mais nova da delegação. A competição conta com a participação de 57 saltadores, divididos nas categorias: A – 16 a 18 anos; B – 14 a 15; C – 12 e 13.

Logo na primeira etapa da competição o Brasil conquistou medalha, a prata, no trampolim de três metros sincronizado, com Isaac Souza Filho e Kawan Pereira – 267.39 pontos. Os brasileiros focaram atrás somente de Daniel Restrepo e Luis Carlos Ramires, da Colômbia (274.05). Josue Gutierres e Daniel Soto, do Peru (226.74) completaram o pódio.

– Estava um pouco ansioso, mas até que gostei. Saio muito satisfeito com a medalha. Sinto que isso vai me inspirar a saltar mais feliz, tendo já está medalha em mãos – analisou kawan.

VIERAM DOS SALTOS AS PRIMEIRAS MEDALHAS BRASILEIRA NO SUL-AMERICANO JUVENIL 2
FOTO 2 Kawan e Isaac – Fotos: Satiro Sodré / SSPress / CBDA

Isaac, o mais experiente da equipe de saltos, também comentou a primeira prova do Brasil. “Vou confessar, estava um pouco nervoso, porque nunca tinha sincronizado com o Kawan, mas treinamos ontem e foi bom. Sei que tenho a responsabilidade enorme com o grupo de dar o exemplo, manter a postura e saltar bem, claro”.

Na segunda prova da etapa, plataforma feminina, foi a vez de uma estreante em competições internacionais e caçula da delegação brasileira, Paula Rayssa. A saltadora conquistou a medalha de bronze, com 205.30 pontos. Hoje com 12 anos, Paula é atleta desde os oito, do projeto social Saltando para o Futuro, parceria da CBDA, Correios e Unb.

– Estou muito feliz e acredito que a minha família também vai ficar, quando souber desse resultado. Eu gostei (da estreia), fiquei um pouco tensa, mas conseguir fazer os saltos do jeito que eu queria. Essa é a minha primeira competição fora – comentou Paula Rayssa, que ainda irá saltar os trampolins de um e três metros, e promete buscar outros bons resultados para o Brasil.

VIERAM DOS SALTOS AS PRIMEIRAS MEDALHAS BRASILEIRA NO SUL-AMERICANO JUVENIL 3

FOTO 3 Paula Rayssa

Ainda antes da chuva que paralisou a competição, por cerca de 30 minutos, foi disputada a decisão do trampolim de três metros sincronizado feminino. A dupla brasileira, Raiane da Silva e Anna Lucia dos Santos, terminou a séria na quinta posição, com 150.72, após terem a nota do terceiro salto zerada.

Na ultima prova, da Plataforma masculina, entre atletas do grupo C, o Brasil entrou em ação com sua dupla de Rafael. Após a sequência de saltos, Rafael de Almeida, com 280.10, terminou na quinta colocação, e Rafael de Araújo, logo a seguir, com 236.80, garantiu a sexta posição.

Atletas do Brasil
Anna Lucia dos Santos – Grupo A, Isaac de Souza Filho – Grupo A, Raiane da Silva – Grupo A, Kawan Pereira – Grupo B, Luis Felipe Moura – Grupo B, Rebeca Maria de Santana – Grupo B, Paula Rayssa de Souza – Grupo C, Rafael de Araujo – Grupo C, Rafael de Almeida – Grupo C.
Treinadores:
Alexander Ferrer Valiente, Fabiana Izumi Hashimoto e Gabriel Serra. Ricardo Moreira – Chefe de equipe.
Resultados
Trampolim Sincronizado 3 metros – Grupo A/B
1) Daniel Restrepo e Luis Carlos Ramires – Colômbia – 274.05
2) Isaac Souza Filho e Kawan Pereira – Brasil – 267.39
3) Josue Gutierres e Daniel Soto – Peru – 226.74

Plataforma – Feminino – Grupo C
1) Davgely Pacheco – Venezuela – 239.00
2) Fabiana Perez – Venezuela – 234.65
3) Paula Rayssa – Brasil – 205.30

Trampolim Sincronizado 3 metros – Grupo A/B
1) Daniela Correa e Stefanie Madrigal – Colômbia – 222.39
2) Paola Zambrano e Elizabeth Noguera – Venezuela – 221.64
3) Marieli Ramirez e Catalina Rauld – Chile – 183.09
5) Anna Lucia dos Santos e Raiane da Silva – Brasil – 150.72

Plataforma – Masculino – Grupo C
1) Juan Esteban Tamyo – Colômbia – 367.15
2) Simon Zapata – Colômbia – 319.85
3) Juan Gonçalves – Venezuela – 297.20
5) Rafael de Almeida – Brasil – 280.10
6) Rafael de Araújo – Brasil – 236.80
Programação
Dia 2 – 19/04
Trampolim 1 metro – Feminino – Grupo A
Trampolim 3 metros – Masculino – Grupo B
Trampolim 1 metro – Masculino – Grupo A
Trampolim 3 metros – Feminino – Grupo B

Dia 3 – 20/04
Trampolim 1 metro – Feminino – Grupo B
Trampolim 3 metros – Masculino – Grupo A
Trampolim 1 metro – Masculino – Grupo B
Trampolim 3 metros – Feminino – Grupo A

Dia 4 – 21/04
Plataforma – Masculino -Grupo B
Trampolim 1 metro – Feminino – Grupo C
Plataforma – Feminino – Grupo B
Trampolim 1 metro – Masculino – Grupo C
Equipo (3mts/plat) – Misto – Grupos A-B

Dia 5 – 22/04
Plataforma – Feminino – Grupo A
Trampolim 3 metros – Masculino – Grupo C
Plataforma – Masculino – Grupo A
Trampolim 3 metros – Feminino – Grupo C
Trampolim Sincronizado 3 metros – Misto – Grupo A-B

FOTOS E TEXTO Mariana de Sá

CBDA Fotos: Satiro Sodré / SSPress / CBDA

http://www.cbda.org.br/cbda/saltoornamental/noticias/17948/vieram-dos-saltos-as-primeiras-medalhas-brasileira-no-sul-americano-juvenil

 

SELO 4 CP Imagine Design_Serviços-page-005

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *