Nado sincronizado inovação e renovação para o Mundial de Esportes Aquáticos na Hungria

A equipe brasileira de nado sincronizado embarca na próxima segunda-feira, 10/07, para o Mundial dos Esportes Aquáticos de Budapeste com renovações e inovações. Será ao som do balé da Bela Adormecida, de Tchaikovsky, que Giovana Stephan e Renan Alcântara entrarão para a história como o primeiro dueto misto brasileiro mundial. Eles estarão na prova técnica, no dia 17 de julho, no Mundial dos Esportes Aquáticos de Budapeste. O dueto misto do Brasil promete espalhar romance no ar em Budapeste, com o tema ‘Romeu e Julieta’ na prova livre, no dia 22.

A Federação Internacional oficializou a participação de provas mistas de dueto em 2014 e no Mundial de Kazan, na Rússia, em 2015. Os donos da casa, Estados Unidos e Itália ficaram com as medalhas. Os italianos foram bronze na prova técnica e na livre. Os americanos venceram a prova técnica com os russos em segundo e na prova livre, deu o contrário.

O Brasil não estará nas provas por equipe na Hungria. Além do dueto misto de Giovana e Renan, as cores brasileiras estarão com Luisa Borges e Maria Clara Lobo nas provas tradicionais de dueto, com Maria Eduarda Micucci, como reserva. Maria Clara, de 19 anos, esteve na equipe que competiu nos Jogos Rio 2016. Ela estreia em Mundiais como titular no dueto e como solista.

 

A seleção brasileira de nado sincronizado em Budapeste será chefiada pela técnica Glaucia Soutinho. O Brasil também contará na Hungria com a árbitra Helzir Borges. A técnica Maura Xavier disse que o time investiu na elevação do grau de dificuldade em busca de mais pontuação da exigente arbitragem internacional.

– Tivemos várias avaliações de árbitros e isso foi muito bom porque vimos onde poderíamos incrementar as rotinas. A coreografia do dueto livre, por exemplo, é a mesma usada nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, mas está muito mais difícil. Alguns elementos achamos que elas não conseguiriam, mas estão dando conta do recado. O dueto misto vai pela pela primeira vez e creio que tem tudo para ser sucesso. Principalmente a coreografia livre, Romeu e Julieta, está lindíssima. Nosso objetivo é ir às finais – explicou Maura.

Os Esportes Aquáticos do Brasil contam com recursos dos Correios – Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros -, Lei Agnelo/Piva – Governo Federal – Ministério do Esporte, COB e Estácio.

Solo Técnico: Giovana Stephan

Tema: The next right thing (social action)

Música: The next right thing

Autor: Seth Glier

Solo livre: Maria Clara Coutinho

Tema: Faith

Música:. Hallelujah

Autor: Jaff Buckley

Dueto misto técnico: Giovana Stephan / Renan Alcântara

Tema: Sleeping Beauty Ballet

Músicas: Overture, Pas de deux (adagio), Waltz of flower.

Autor: Tchaikovsky

Dueto misto livre: Giovana Stephan / Renan Alcântara

Tema: Romeo and Juliet

Autor/músicas:

1.Prokofiev: dance of the knights (ballet)

2.Beethoven: silence

3.Tchaikovsky : fantasy romeo and juliet

4.Nino rota: love theme finale

Dueto feminino técnico: Luisa Borges / Maria Clara Coutinho (res: Duda Miccuci)

Tema: Wonder woman x Cat woman

Músicas: Black Cat, Wonder Woman Theme

Autor: Rupert Gregson-Williams, Jack Wall, Seam Murray

Dueto feminino livre:  Luisa Borges / Maria Clara Coutinho (res: Duda Miccuci)

Tema: Amazônia

Músicas/ Autor:

1 – To Victory – Tyler Bates

2 Submussion – Tyler Bates

3 – No mercy – Tyler Bates

4- Becoming one of “The People” Becoming one with Neytiri – James Homer

5 – The Hot Gates – Tyler Bates

 

Site de origem da notícia  http://www.cbda.org.br/cbda/nadosincronizado/noticias/18068/nado-sincronizado-inovacao-e-renovacao-na-hungria

 

Adicionar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *